Coordenador da UNINTER participa do Seminário de Educação Ambiental

O professor Mario Sergio Alencastro, coordenador do Departamento de Pesquisa e Publicações Acadêmicas do Centro Universitário Internacional UNINTER, participou no dia 18 de novembro do Seminário Curitiba de Educação Ambiental: Pesquisas e Políticas Públicas em Debate. O evento foi realizado no campus da reitoria da Universidade Federal do Paraná – UFPR.

Promovido pelo Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Educação da Universidade Tuiuti do Paraná – UTP e Programa de Pós-Graduação (Mestrado Profissional em Educação) da UFPR, o evento promoveu a discussão das políticas públicas e normas curriculares para o ensino da educação ambiental.

Segundo Alencastro, a UNINTER está conquistando espaço na área de pesquisa. “Participar de um evento dessa natureza ajuda a consolidar nossa imagem como Instituição de Ensino Superior que, além do ensino e extensão, também faz pesquisa de qualidade”. Alencastro participou de uma mesa redonda com professores da UFPR e da UTP abordando o tema Panorama da Pesquisa em Educação Ambiental.

 

 

IBGPEX realiza assessoria pedagógica no campus Divina

O Instituto Brasileiro de Graduação, Pós-graduação e Extensão (IBGPEX), braço de responsabilidade socioambiental do Grupo Uninter, realizou no dia 5 de novembro, no campus Divina, uma assessoria para crianças que precisam de orientação pedagógica. Em parceria com o curso de Pedagogia presencial do Centro Universitário Internacional UNINTER, foi realizado um laboratório de aprendizagem que promove atividades com educadores sociais de diversas instituições.

O objetivo do IBGPEX é auxiliar as instituições que trabalham com crianças no período do contraturno escolar. Nesse período as crianças devem realizar atividades diferentes das que são aplicadas em salas de aula, mas em alguns casos os profissionais não estão capacitados para realizar essas atividades.

A professora Marinice Natal Justino coordena o projeto e realiza as atividades com a ajuda de três estagiárias. Inicialmente foi apresentada uma breve explicação aos educadores sobre o meio ambiente e depois foram organizados grupos para a confecção de ecobrinquedos com temas de natal. Esses brinquedos foram feitos com materiais recicláveis como garrafas pet e caixa de ovo e de leite.

A aluna Elisângela Maria da Costa Slezinski, do 1º período do curso de Pedagogia EAD participou das atividades e ressalta a importância de trabalhar com a reciclagem. “Na minha opinião é muito importante porque aprendemos muitas coisas e podemos transmitir para as crianças. Muitas delas não têm consciência da reciclagem”.

Os educadores confeccionaram caixas de presente decoradas com os materiais recicláveis. Fizeram também um pião com aproveitamento de palitos de churrasco e folhas de revista. “Valeu no grupo a criatividade de cada um, tendo como resultado lindos trabalhos”, conta a assistente social do IBGPEX, Ida Lurdes Bonamigo de Sousa.

 

 

Professora da UNINTER participa de eventos em Alagoas e Salvador

A professora Edna Marta Oliveira da Silva, que faz parte da coordenação de Extensão e Assuntos Comunitários do Centro Universitário Internacional UNINTER, participou entre os dias 11 e 14 de novembro do IV Congresso Internacional da Associação Brasileira de Professores Universitários de Inglês (ABRAPUI) em Maceió, Alagoas.

Edna apresentou um trabalho com o título Os games e a aprendizagem de língua inglesa sob a ótica do conectivismo, que teve como base sua pesquisa de mestrado na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Após esse evento, Edna participou, entre os dias 14 e 16 também no mês de novembro, do XII Seminário de Linguística AplicadaVII Seminário de Tradução, promovido pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador.

A professora apresentou um trabalho sobre Os temas transversais e as TIC’s: uma proposta de material didático de língua inglesa. Segundo ela, a participação de professores pesquisadores em eventos como esses é de fundamental importância. “São momentos em que podemos discutir nossas ideias, pesquisas e percepções, além de tomar conhecimento de pesquisas realizadas por outros professores de diferentes instituições de todo o Brasil”, conta.

Durante o evento, realizado na UFBA, Edna participou também de um minicurso de Formação Crítica do Professor de Línguas. O tema levantou uma discussão sobre a necessidade da formação crítica e reflexiva do professor de línguas, diante da pós-modernidade e das representações dos professores sobre suas necessidades profissionais.