Polo do UNINTER aplica prova de nivelamento para alunos do EJA

Aconteceu no último dia 20 de janeiro, a prova de nivelamento dos candidatos ao curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA), do Centro Universitário UNINTER, no polo CIC.

Karina Rodrigues, coordenadora do polo, disse que a prova tem como objetivo testar o aluno em seus conhecimentos de lógica matemática e língua portuguesa, e é ofertada para candidatos que interromperam os estudos no ensino fundamental. A avaliação teve duração de 2 horas e contou com a presença de 17 candidatos que, se aprovados, vão ingressar no ensino médio por meio do programa EJA. A coordenadora falou sobre algumas das vantagens para os alunos que ainda não concluíram o ensino médio: “É uma excelente oportunidade para finalizar os estudos em nível médio, pelo tempo, flexibilidade, custo e qualidade da aprendizagem”.

A aluna Glicelia Ferreira Para, é um exemplo para o polo. Por meio do EJA, ela pode dar continuidade em seus estudos e hoje é estudante de enfermagem, além de realizar um sonho. “A prova de nivelamento foi a chance que tive para um futuro”, disse Glicelia.

 

O polo do UNINTER em Formosa promove Doce Natal na APAE

No dia 06 de dezembro, o Polo da cidade de Formosa, no estado de Goiás, realizou um projeto social chamado Doce Natal, na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Segundo a coordenadora, Geizibel Lopes dos Santos, todos os anos no polo de Formosa os alunos, professores e colaboradores organizam o evento Doce Natal escolhendo uma entidade da cidade, e neste ano a APAE foi a eleita.  Ela relatou, ainda, sobre a confiança que a instituição passou ao polo na ação. “Não tem como descrever a alegria e o brilho dos olhos de cada aluno que a nós nos foi confiado”, comenta.

Durante o evento, foi realizado um café da manhã com músicas e os alunos da APAE se divertiram dançando. Geizibel comentou que o tutor, Zinivaldo Pereira, tocou uma canção na flauta que emocionou a todos. “Aprendemos o valor que cada um de nós possui na sociedade e o quanto podemos fazer para levar algo a mais para o nosso próximo”.

O polo, representando o Centro Universitário UNINTER, recebeu uma carta de agradecimento da APAE, descreveu a coordenadora.

 

TCC de alunos Polo do UNINTER em Bauru rende oportunidades profissionais

Três alunos do Polo de Bauru (SP) do Centro Universitário UNINTER tiveram ótimo desempenho na produção e apresentação do artigo científico para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Gisele Maria Fareleira, do curso de pós-graduação em Engenharia de Produção produziu o artigo: O Processo de Desenvolvimento de Produtos; Renan Pivato Jacob, também, do curso de pós em Engenharia de Produção, redigiu: Implantação de fichas no controle de estoque de materiais em excesso em uma indústria; e Maria Pereira dos Santos, do curso de pós-graduação em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e Estrangeira trabalhou com o tema: Literatura Infantil: Formação do Leitor Através de Clássicos Literários.

“Os acadêmicos não mediram esforços para colocar em prática suas pesquisas para a construção do artigo científico”, avalia a gestora do Polo, Ana Paula Sobral. Segundo ela, cada um teve sua peculiaridade: Gisele se destacou durante a sua pesquisa praticando seus estudos durante as férias em uma empresa. Ela atingiu os resultados e a ofereceram uma proposta de emprego. Já o aluno Renan conseguiu colocar seu projeto em prática em uma empresa multinacional. E a aluna Maria Pereira “nos emocionou pelo seu empenho para desenvolver seu trabalho e, após a apresentação, foi convidada a ministrar três palestras em outros três polos”, conta Ana Paula.

A gestora explica que para o Polo de Bauru é gratificante resultados como esses, “pois mostra o comprometimento e a importância de todos os investimentos e para nós do UNINTER a sensação de dever cumprido”.

Segundo a aluna Maria Pereira dos Santos, a sua escolha por trabalhar com o tema voltado para formação do leitor através dos clássicos literários foi uma paixão que nasceu entre ela e o conteúdo. Ela escolheu tratar sobre Dom Quixote de La Mancha: “pude sentir todas as emoções em um único livro: tristezas, alegrias, amor, ódio, compaixão, admiração e essas emoções se chocavam a todo o momento”, diz.