UNINTER oferta EJA nas cidades de Formosa e Goianésia (GO)

O Conselho Estadual de Educação de Goiás aprovou, nos meses de dezembro de 2013 e janeiro de 2014, o programa EJA (Educação de Jovens e Adultos), para os polos de Formosa e Goianésia, do Centro Universitário UNINTER. O curso é ofertado na modalidade a distância, e possibilita ao aluno concluir o ensino médio, explica Maria Tereza Cordeiro, coordenadora do Centro de Educação Básica para Jovens e Adultos. “É uma educação de qualidade que é tão importante e necessária aos cidadãos que buscam sua qualificação educacional”, afirma. A coordenadora disse, ainda, que a credibilidade que o Centro Universitário UNINTER possui, foi o que possibilitou a autorização do curso nos polos, os quais a cada dia se destacam no comprometimento do ensino, que é o resultado do trabalho de todos, em conjunto com a instituição. “Com seriedade, capacitação e dedicação, os gestores conferem à população o respeito pela educação e a valorização humana”, finaliza.

Polo CIC faz aula inaugural para a pós-graduação

Aconteceu no dia 20 de janeiro, no polo CIC em Curitiba (PR), uma aula inaugural para os alunos de pós-graduação a distância do Centro Universitário UNINTER. O objetivo do evento, segundo Karina Rodrigues, coordenadora do polo, foi estabelecer o primeiro contato entre alunos e instituição. “A partir desse contato, identificamos estratégias para mediar o processo de ensino-aprendizagem”, aponta. A coordenadora relatou que também foi realizada uma apresentação sobre a instituição e sobre as vantagens da educação a distância (EAD). Os tutores, Paulo Roberto e Fabiula Cristina, apresentaram aos alunos o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) – ferramenta de apoio para o aluno dos cursos EAD, durante todo o curso.

Polo do UNINTER aplica prova de nivelamento para alunos do EJA

Aconteceu no último dia 20 de janeiro, a prova de nivelamento dos candidatos ao curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA), do Centro Universitário UNINTER, no polo CIC.

Karina Rodrigues, coordenadora do polo, disse que a prova tem como objetivo testar o aluno em seus conhecimentos de lógica matemática e língua portuguesa, e é ofertada para candidatos que interromperam os estudos no ensino fundamental. A avaliação teve duração de 2 horas e contou com a presença de 17 candidatos que, se aprovados, vão ingressar no ensino médio por meio do programa EJA. A coordenadora falou sobre algumas das vantagens para os alunos que ainda não concluíram o ensino médio: “É uma excelente oportunidade para finalizar os estudos em nível médio, pelo tempo, flexibilidade, custo e qualidade da aprendizagem”.

A aluna Glicelia Ferreira Para, é um exemplo para o polo. Por meio do EJA, ela pode dar continuidade em seus estudos e hoje é estudante de enfermagem, além de realizar um sonho. “A prova de nivelamento foi a chance que tive para um futuro”, disse Glicelia.